Penelope por Marilyn Kaye (Resenha de 08/02/2017)

Penelope Wilhern é uma garota de 25 anos que nasceu em uma família muito rica e da alta sociedade. Até aí tudo bem e logo no começo do livro te explicam o motivo desse livro ser tão incrível. Ela nasceu em meio a uma maldição que jogaram sobre sua família anos atrás que dizia que, “a próxima menina nascida na família nasceria com cara de porco” (no caso, só o focinho mesmo) e que só se libertaria da maldição se fosse amada por alguém de sangue azul (alguém nobre).

Ela tinha tudo. Roupas incríveis, praticava todos os esportes possíveis, tinha aulas de idiomas e tinha acesso a maior tecnologia possível, só que não podia compartilhar esses momentos com ninguém pois sua família optou por criá-la isolada das pessoas para que não sofresse. Então Penelope passou a infância e a adolescência sozinha tendo na vida apenas um objetivo: encontrar alguém de família nobre que pudesse se casar com ela e amá-la desfazendo a então, terrível maldição.

Cansada de fazer entrevistas para tentar achar o homem que pudesse quebrar o feitiço, ela decide fugir para a cidade em busca de sua liberdade. Visita lugares que nunca havia visto (apenas pela sua TV), tem experiências incríveis e o mais importante, conhece pessoas que realmente gostam dela.

A história parece previsível (só parece tá) e é chamada de contos de fadas moderno, justamente por se passar no nosso tempo mas, acaba tendo um desfecho surpreendente. 

O livro é sensacional, realmente apaixonante e aborda temas como: aceitação, ser você mesma e sobre até onde pode ir a vaidade do ser humano. Assisti primeiro ao filme para então ler o livro e também o recomendo. Tem a Christina Ricci como Penelope, o James Mcvoy como um cara super importante na história e a Reese Whiterspoon sendo engraçada e amiga desde o começo da sua aparição (Ps: Ela mesma leu a história para as filhas, se Reese recomenda, não pode ser pouca coisa né) 

 

Descobri Penelope lendo o blog da Melina Souza e desde esse dia estava louca para ler a história da menina com cara de porco. Só que não tinham só esses livros na minha lista então sempre deixei pra lá (não façam isso, leiam). Até porque a minha lista ainda não é de verdade, ela está só na minha cabeça. Outra coisa que tenho que mudar esse ano: SER ORGANIZADA!

Li a versão da Editora Record em PDF e acho que já está na hora de comprar a versão física (e um kindle).

É uma história curtinha que dá pra ser lida em dois ou talvez um dia. Divirtam-se.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s